• Elaine de Oliveira

Como escolher a adega ideal para sua casa

Atualizado: Mai 3

De oito a 200 garrafas, com ou sem divisória de temperatura e estilos diversos, tem adega para todos os gostos

Beber vinho é uma delícia. Ter uma adega facilita muito na hora de escolher o que se quer beber já que as garrafas já estão todas na temperatura certinha. Para quem tem espaço (e dinheiro para investir!) essa tarefa é mais fácil, já para quem mora num lugar pequeno fica mais difícil — porém, não impossível.

A primeira coisa a fazer é decidir onde você quer ter uma adega. Na sala de estar ou jantar, varandas gourmets, escadaria, cozinha, quarto e até no banheiro — para quem tem uma banheira em casa eu super recomendo. Quem não gostaria de uma taça de vinho durante o banho, no fim do dia?

Definido o local, você tem a opção de escolher uma empresa para fazer um projeto personalizado no espaço selecionado ou simplesmente comprar uma adega na medida que deseja. As opções portáteis são muitas, desde as que comportam oito garrafas até 200. Todas fáceis de encontrar.

Leve em consideração que o lugar escolhido não pode ser exposto ao sol, umidade e muita luz. Assim, prefira adegas com portas de vidros (quanto mais escuros, melhor).

Uma das grandes dúvidas é sobre a temperatura ideal para a adega, caso ela não seja daquelas com divisórias para temperaturas diferentes, criadas para guardar tipos diferentes em suas devidas temperaturas. Caso você queira investir numa dessas, regule a sua em temperatura média — 16 graus está ótimo. Nesse caso, se o tinto ficar um pouquinho mais gelado que o ideal é só retirá-lo alguns minutos antes de consumir. Espumantes, brancos e rosés devem passar um tempo na geladeira para gelar melhor. Quanto ao design das adegas há desde os estilos mais modernos até as com cara de retrô, tudo vai depender da decoração da sua casa e do que você procura.

#adega #adegaclimatizada #adegaemcasa #adegapersonalizada

0 visualização0 comentário